O que é?Centro de interpretação e museus virtuais
Nos últimos anos, os chamados média digitais têm sido usados cada vez mais na área da cultura (museus, galerias, locais arqueológicos,etc) e instituições de educação. Os media tradicionais, como as ilustrações animadas e audio-guias, em conjunto com exposições interactivas com recurso à multimédia digital, permitiram transportar a transferência de conhecimento para um nível completamente novo. Novas possibilidades para apresentação e experimentação do conhecimento, de forma atractiva para a audiência, foram surgindo daquela fusão.
Neste portal pretende-se mostrar os locais museológicos de Braga recorrendo aos sistemas multimédia.
MuseusLocais em destaque
Museu dos BiscainhosMuseu D. Diogo de Sousa
Os museusListagem de museus da cidade de Braga
Museu D. Diogo de Sousa Site:http://museus.bragadigital.pt/ddsousa
O Museu Regional de Arqueologia D. Diogo de Sousa é um organismo público, dependente do Instituto dos Museus e da Conservação e do Ministério da Cultura definido na sua Lei orgânica como um museu regional de arqueologia.
O Museu foi criado em 1918, como museu de arqueologia e arte geral, como o objectivo de obstar à dispersão do património local até então na posse de particulares e outras instituições.
Em 1980, com a sua revitalização a missão do Museu foi redefinida como um organismo científico-cultural no âmbito disciplinar de arqueologia, passando a exercer as suas actividades básicas nos domínios do apoio à investigação, da museologia, da divulgação cultural, do apoio ao ensino e à defesa e preservação do património arqueológico regional.
Instalado num edifício construído para o efeito, abriu as portas ao público em Junho de 2007.
 
A sua missão assenta nos seguintes objectivos:
- garantir a salvaguarda e divulgação das colecções à sua guarda, tendo em vista a melhoria contínua da oferta e captação e fidelização de públicos;
- promover e apoiar a investigação e a produção de conhecimento sobre as colecções do Museu, através dos recursos próprios e em parceria com Universidades e entidades terceiras;
- promover boas práticas e procedimentos museológicos, contribuir para a sua divulgação junto de entidades terceiras e para a afirmação do Museu, como agente de desenvolvimento cultural e social da comunidade em que se insere;
- estabelecer, através de parcerias e relações institucionais com os agentes socio-económicos, um desenvolvimento sustentado e a captação de novas fontes de financiamento.

Centro de interpretação e Museus Virtuais - todos os direitos reservados 2008|Conteito: Implementação:CCG